O Brasil tem cerca de 43 mil refugiados, segundo o Comitê Nacional para Refugiados (CONARE). Em 2019, foi emitido o maior número de carteiras de trabalho, totalizando 38.541, segundo a ONU no Brasil. Os impactos provocados pela pandemia agravaram a situação de muitos refugiados que, sem inserção no mercado de trabalho, precisaram se reinventar e encontraram no empreendedorismo uma alternativa para driblar o desemprego e sobreviver no país.

Para marcar o Dia Mundial do Refugiado (20), criado pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 2000, FURNAS e Sicoob realizam o webinar “Marketing Digital para Refugiados Empreendedores”. A apresentação contará com Thyana Azevedo e Erica Portugal, analistas de comunicação e marketing do Sicoob com especializações em mídias sociais. O bate papo promete trazer dicas preciosas para aqueles que desejam empreender ou incrementar o seu negócio utilizando as redes sociais. O evento virtual será realizado na segunda-feira (21/6), às 10h, na plataforma zoom.

“A iniciativa de abordar o marketing digital para refugiados empreendedores surgiu com a percepção dos desafios sem precedentes advindos com a pandemia. FURNAS já desenvolve ações ao longo dos anos para essa população. Neste ano, trouxemos esse tema como alternativa para o refugiado que comercializa produtos típicos e ainda não sabe empreender no ambiente virtual”, ressalta Claudia Tenório, assistente social de FURNAS.

Marketing Digital

Distanciamento social e crise financeira forçaram o aprendizado rápido de lições essenciais para o empreendedorismo digital, principalmente para os refugiados que encontram na língua e na cultura mais um desafio para sobreviver em outro país. De acordo com Thyana Azevedo, a ideia da apresentação é apontar caminhos, ensinando dicas simples como: identificação do público alvo, definição de estratégias de comunicação e escolhas de ferramentas que possam alavancar o seu negócio nas redes sociais.

“Nosso objetivo é levar aos refugiados empreendedores um panorama com pontos que podem ser trabalhados para iniciar ou fortalecer o seu negócio a partir do marketing digital”, afirma Thyana.

Para Erasys Mariela Salazar Alvarado, refugiada da Venezuela, formada em Administração e com experiência em bancos no seu país, a iniciativa de FURNAS e Sicoob ajudará a potencializar projetos nas áreas de alimentação e serviço que foram iniciados na pandemia.

“Agradeço a oportunidade que está sendo dada através dessa palestra. O meu foco é utilizar esses ensinamentos para ajudar na divulgação dos negócios que iniciei, mas o rendimento ainda é pequeno”, diz Erasys.