Em meio a pandemia, CPI da COVID e todos os males que assolam o Brasil, a Câmara dos Deputados aprovou (15/07) um orçamento de R$ 5,7 bilhões, cerca de 1 bilhão de euros, para custear a campanha eleitoral de políticos no ano de 2022.

O valor médio do fundo anterior era de R$ 1,7 bilhão, representando um aumento superior a 300%. Nas redes sociais já circula a hashtag #FundaoDe6biNAO, uma referência negativa ao valor de quase R$ 6 bilhões de reais aprovado pelos deputados.

Algo que também vem gerando revolta na imprensa e nas redes sociais é o fato da votação ter sido “simbólica”, o que significar dizer que não houve o registro de como cada um dos deputados votou. Uma forma para se evitar a prestação de contas aos eleitores.

Senado Federal

A proposta agora será analisada pelo Congresso Nacional. Nas redes Sociais, Senador por Sergipe, Alessandro Vieira, já se manifestou sobre o assunto. Diz ele no Twitter “É inaceitável que em meio à pandemia o Congresso aprove um novo aumento para o Fundo Eleitoral.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *