Líder com 54% de todos os testes feitos até hoje pelo programa Embarque + Seguro, a LATAM realiza na manhã de hoje (12/8) o primeiro embarque oficial com reconhecimento facial biométrico do aeroporto de Brasília, um dos principais hubs (centros de conexão) da companhia.

Com a presença de autoridades e convidados, o voo LA3293 com destino ao Rio de Janeiro/Santos Dumont foi o escolhido para representar o uso dessa nova tecnologia. De todos os seis aeródromos já testados, a LATAM foi a aérea que mais auxiliou o programa, realizando o embarque de 1.320 passageiros até agora.

Testes

A companhia manterá até dois voos diários dedicados aos testes do Embarque + Seguro na capital federal até que a biometria possa ser adotada de maneira permanente.

“Estamos comprometidos com inovações que contribuam para a diminuição de filas e tornem a jornada do viajante mais rápida, segura e autônoma. Além disso, o aeroporto de Brasília é um parceiro de longa data que sempre nos apoia em projetos de inovação e desenvolvimento de novos serviços. Hoje, somos a companhia aérea líder em Brasília, com mais de 50% dos voos do aeroporto, o que nos dá uma ampla amostra de diferentes públicos e mercados para testar novas funcionalidades.”, afirma Mauro Peneda, diretor de Aeroportos da LATAM Brasil.

A importância de Brasília para os negócios da LATAM e a retomada gradual da demanda pelo serviço aéreo em consequência do avanço da vacinação fizeram a companhia aumentar em 24% (de 56 para 69) o número de decolagens diárias em Brasília a partir de novembro deste ano, na comparação com a operação atual agora de agosto.

Sobre o programa Embarque + Seguro

Desenvolvido pelo Governo Federal, o programa Embarque + Seguro é uma iniciativa do Ministério da Infraestrutura (MInfra), desenvolvido pelo Serpro, empresa pública de tecnologia, em parceria com a Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia. O programa já foi testado nos aeroportos de Florianópolis (SC), Salvador (BA), Belo Horizonte (Confins), e, mais recentemente, na ponte aérea entre os aeroportos Santos Dumont (RJ) e Congonhas (SP). Também atende a todos os preceitos da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), garantindo a proteção total dos dados dos usuários.

No momento do check-in no aeroporto, o passageiro é convidado a participar do Embarque + Seguro. Após concordar, recebe uma mensagem no seu celular informado, solicitando autorização para a obtenção de seus dados, incluindo CPF e uma foto. Com o consentimento, o atendente da LATAM realiza a validação biométrica do viajante por meio do aplicativo do Serpro, comparando os dados e a foto, tirada na hora, com as bases governamentais. A partir da validação, o passageiro fica liberado para ingressar ao embarque na aeronave, passando pelo ponto de controle biométrico, que faz a identificação por meio de reconhecimento facial, sem a necessidade de apresentar documento e bilhete aéreo.