GRN

Hoje, 25 de outubro, a Equipe de Proteção Florestal (EPF), do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) , deteve um homem de 56 anos por incêndio no concelho de Vila Real. Segundo a GNR, o incêndio se descontrolou e teve origem na queimada de restos florestais não autorizadas. O detido foi constituído arguido, e os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Vila Real.

Somente neste ano o Comando Territorial de Vila Real já identificou 70 suspeitos de incêndios florestais, dos quais sete foram presos em flagrante.

Em comunicado, a GNR relembra que:
• As queimas e queimadas são das principais causas de incêndios em Portugal;
• Em qualquer altura do ano é proibido queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração florestal ou agrícola bem como efetuar queimadas sem pedir autorização ou fazer comunicação prévia;
• Para evitar acidentes siga as regras de segurança, esteja sempre acompanhado e leve consigo o telemóvel.