Banco de Portugal - Sede em Lisboa
Foto: Banco de Portugal

Banco de Portugal

Segundo o Banco de Portugal (BdP), o endividamento dos particulares, que engloba as famílias e instituições sem fim lucrativo ao serviço das famílias, aumentou 0,4 bilhões de euros. Isso equivale a uma elevação de 2,9% quando comparado a agosto de 2020. Já o endividamento do setor privado, que engloba as empresas privadas e particulares, diminuiu 0,3 bilhões de euros. “Em ambos os casos, a variação do endividamento foi sobretudo face ao setor financeiro” explica o BdP.

Fonte: Banco de Portugal