Cantar da pedra em Ansião
Foto: CM Ansião

Município de Ansião

A exposição “O Cantar da Pedra” foi inaugurada na passada sexta-feira no Complexo Monumental de Santiago da Guarda, onde ficará patente ao público até ao próximo dia 23 de novembro.

Integrada na programação cultural do projeto Territórios de Pedra, que abrange os municípios de Ansião, Figueiró dos Vinhos e Pombal, a exposição resulta do trabalho de campo efetuado nos três concelhos, entre junho e setembro últimos, através de uma residência artística subordinada à temática da pedra.

Numa materialização das múltiplas vozes e das paisagens sonoras dos trabalhos na pedra, “O Cantar da Pedra” é uma criação da Associação Binaural Nodar, levada a cabo por uma equipa de etnógrafos, artistas sonoros e visuais, que nasceu de um repto lançado pelos três municípios para a concepção de uma instalação artística a partir dos sons relacionados com o património ligado à pedra.

Apresentada pelo representante da associação, Luís Costa, a exposição é composta por três blocos: uma instalação sonora de Luís Costa e João Farelo das sessenta recolhas feitas nos três concelhos, vinte por concelho; intervenções plásticas de Mónica Garcia; e painéis visuais desenhados por Liliana Silva.

Foi ainda criado um arquivo digital online, que pode ser consultado em https://cantardapedra.org

O Presidente da Câmara Municipal de Ansião, António José Domingues, agradeceu a colaboração de todos os intervenientes neste projeto, salientando o seu papel na valorização da pedra, uma marca comum a estes territórios e de uma grande importância para o crescimento das suas comunidades no passado, no presente e, certamente, no futuro.