GNR

O Comando Territorial de Lisboa, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Alenquer, no dia 3 de janeiro, recuperou um cofre furtado numa residência, contendo 40.000 euros em dinheiro, e constituiu arguida uma mulher de 34 anos, no concelho de Azambuja.

Na sequência de uma denúncia de furto em interior de residência, os militares da Guarda encetaram diligências de investigação que culminaram com a identificação da suspeita. No seguimento da ação foi efetuada uma busca domiciliária à residência, onde foi encontrado o cofre furtado, que se encontrava dissimulado.

O cofre, bem como os 40.000 euros em dinheiro, foram restituídos ao legitimo proprietário.

A suspeita foi constituída arguida, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Alenquer.