São dois os programas de apoio ao jornalismo que estão sendo oferecidos pelo Google através da iniciativa News on YouTube. Um é o “Programa de criadores para jornalistas independentes”, que oferece uma ajuda financeira entre US$ 20 mil e US$ 50 mil. E o outro, “Laboratório de sustentabilidade para redações digitais”, que apoia organizações de notícias em até US$ 200 mil (aproximadamente R$ 1 milhão) para investimento na capacitação de vídeos digitais.

Os candidatos precisam se enquadrar em algumas exigências e são obrigados a preencher um questionário que faz perguntas básicas, como por exemplo, o objetivo do projeto. O procedimento é relativamente fácil, leva poucos minutos e é totalmente online.

Disponibilizamos abaixo, no título de cada programa, um link direto para o formulário de inscrição, basta clicar.

Confira a diferença entre os programas e como se candidatar

Antes das diferenças, destacamos aquilo que há de comum e mais urgente: o prazo será fechado hoje, às 23h59 (horário do Pacífico). Todos os candidatos precisam fazer a inscrição e aceitar os termos e condições do projeto.

Programa para jornalistas independentes

Visão geral do programa:

Com duração de um ano, o programa oferece suporte abrangente a jornalistas independentes que querem criar presença e conquistar um público no YouTube:

  • Benefício: os participantes selecionados receberão uma ajuda financeira de US$ 20 mil a US$ 50 mil, de acordo com o país em que moram.
  • Treinamento de práticas recomendadas: os participantes selecionados receberão um treinamento que cobrirá diversos assuntos, incluindo empreendedorismo, produção de vídeos e práticas recomendadas do YouTube.
  • Suporte de especialista do YouTube: os participantes selecionados receberão treinamento e suporte individuais de um especialista do YouTube.

Cronograma:

  • Período de inscrição: maio de 2021
  • Seleção: junho de 2021
  • Início do programa: julho de 2021
  • Término do programa: junho de 2022

Qualificação:

Critérios de qualificação para inscritos:

  • Ter experiência em redações ou com reportagens.
  • Trabalhar ou ter a possibilidade de trabalhar de maneira independente. Os candidatos precisam garantir que a participação no programa não represente um conflito de interesses.
  • Ter interesse ou experiência em atuar com foco em notícias em vídeo. Os candidatos não precisam ter um canal do YouTube para fazer a inscrição nesse programa.
  • Conseguir aplicar as práticas recomendadas para elaborar conteúdo de notícias e atualidades, além de conquistar um público e uma presença independente de vídeo.
  • Não ser agente ou ter qualquer vínculo com o governo nem ser parente ou amigo de Googlers.
  • Morar em um destes países:
    • América Latina: Argentina, Brasil, México
    • Europa, Oriente Médio e África: França, Alemanha, Iraque, Jordânia, Líbano, Arábia Saudita, Tunísia, Turquia, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido
    • América do Norte: Canadá, Estados Unidos
    • Pacífico Asiático: Austrália, Índia, Indonésia, Japão, Filipinas, Coreia do Sul

Programa para empresas de jornalismo

Visão geral do programa:

Este programa permite que as organizações de notícias invistam significativamente em iniciativas de capacitação com o objetivo de alcançar sucesso financeiro de longo prazo e sustentabilidade em vídeos de notícias na Internet. Para isso, forneceremos os seguintes recursos:

  • Financiamento: as organizações de notícias selecionadas receberão até US$ 200 mil para investir em capacitação em vídeos digitais.
  • Workshops: as organizações de notícias selecionadas participarão de workshops em grupo oferecidos pelo YouTube e aprenderão com colegas do mundo todo.
  • Suporte de um especialista do YouTube: as organizações de notícias selecionadas receberão treinamento e suporte individuais de um especialista do YouTube.

Cronograma:

  • Período de inscrição: maio de 2021
  • Processo seletivo e entrevistas: junho de 2021
  • Início do programa: julho de 2021
  • Término do programa: junho de 2022

Requisitos do programa:

O foco dos projetos deve estar em medidas de capacitação e/ou no investimento em infraestrutura essencial com objetivo de criar um negócio de vídeo autossustentável e bem-sucedido. Os candidatos devem explicar o plano de negócios e a visão de longo prazo que criaram para a operação de vídeos de notícias e destacar como o projeto contribuirá para essa visão.

Os projetos de exemplo devem ser sobre capacitação e podem incluir, mas não estão limitados a:

  • criação de um novo estúdio de vídeos digitais;
  • treinamento da equipe editorial existente em produção de vídeo básica;
  • melhoria ou atualização de ferramentas ou sistemas que otimizem uma operação de vídeo digital;
  • lançamento de um novo modelo de receita (por exemplo, Clubes dos canais ou contribuições).

Qualificação:

Esta edição do Sustainability Lab tem o objetivo de ajudar redações pequenas que priorizam o conteúdo digital e produzem reportagens originais de alta qualidade. Incentivamos a inscrição das organizações que atendam aos requisitos abaixo:

  • Equipe com menos de 20 jornalistas
  • 10 anos ou menos de experiência na área
  • Ter um site ou canal do YouTube com um público comprovado
  • Gerar receita recorrente
  • Não ser financiada pelo governo ou agentes do governo
  • Não ser pertencente ou operada por familiares ou amigos de funcionários do Google
  • Estar localizada em um dos seguintes países:
    • América Latina: Argentina, Brasil, México
    • América do Norte: Canadá, Estados Unidos
    • Europa, Oriente Médio e África: Bélgica, Egito, França, Alemanha, Iraque, Itália, Jordânia, Líbano, Holanda, Nigéria, Polônia, Arábia Saudita, África do Sul, Espanha, Tunísia, Turquia, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido
    • Pacífico Asiático: Austrália, Hong Kong, Índia, Indonésia, Japão, Filipinas, Coreia do Sul, Taiwan